Postado em 30 de maio, 2012 | Por Luruk

3

MDNA | Madonna dançando e cantando Lady Gaga e os vídeos e babados dos ensaios!

Como todos já sabem a nova turnê da Madonna, MDNA começa amanhã, a primeira cidade a receber a turnê será Tel Aviv, em Israel. E não param de cair na internet notícias e vídeos amadores que vazaram dos ensaios. A maior bomba até agora foi a junção das músicas “Born This Way” da Lady Gaga, com um dos grandes sucessos de Madonna “Express Yourself“, que todos acusaram Lady Gaga de plágio e blá blá blá. Então nesta turnê a nossa Madge resolveu fazer algo de diferente, além de cantar a nova versão de sua música, seguida da original ela vai terminar com um recadinho carinhoso para a nova cantora “She’s not me“, que é o refrão de uma das músicas mais curadoras de dor de corno que a Madge tem! O efeito pra quem gosta da Madge e pros fãs da Neide, será o delírio, assista o ensaio:

Clique em “Leia Mais” e saiba de tudo que vai rolar na turnê MDNA!

Human Nature

Give Me All Your Luvin

Audio da abertura / Girl Gone Wild / Revolver

Galeria de fotos dos ensaios e imagens de divulgação:

O site Madonna Now, detalhou todas as músicas como serão nesta turnê, então se você for assistir ao show e não quiser estragar a surpresa não leia o texto a baixo, mas se você é fã e tá louco pra saber o que a Madge ta aprontando, segue em detalhes:

Oppening: Abre com sinos tocando, seguido de cânticos religiosos por Kalakan. Um som muito assustador. O backdrop apresenta um turíbulo com uma luz nela.

Girl Gone Wild: Começa com repetições de “Oh My God” e cânticos feitos pelo Kalakan, em seguida, vai para a intro de “Act Of Contrition“, um vidro se quebra e Madonna aparece. Similar à versão do álbum, mas agora tem uma nova peça incrível instrumental com chicotes, “Material Girl” e “Give it 2 Me”.

Revolver: Começa com um tiro e é semelhante a versão do álbum. O backdrop apresenta Lil Wayne vestido de Papa.

Gang Bang: A música intensa é passada em quarto de motel. Ela começa com sirenes de polícia e o backdrop é cheio de sangue.
Os vocais ao vivo, partes faladas e instrumentais, especialmente o solo de guitarra de Monte Pittman, deixam a música perfeita.

Papa Don’t Preach: Uma versão curta e simples, editada ao vivo com um som de órgão mais proeminente.

Hung up: Totalmente reformulada para a turnê. Os famosos samples do Abba só é ouvido durante uma parte muito pequena e o vocoder é utilizado em toda a música.
Também apresenta repetições de “Oh My God” e novamente “Act Of Contrition“.

I Don’t Give A: Madonna na guitarra. A intro de I Don’t Give A é cantada pelo Kalakan e Nicki Minaj faz uma aparição no backdrop usando uma peruca longa loira.

Best Friend / Heartbeat [Interlude]: Um remix que apresenta algumas partes de Heartbeat. O backdrop é muito escuro, imagens de cemitério, caixões e termina com uma lápide com um M grande escrito nele.

Express Yourself / Born This Way / She’s Not Me: Nela vemos a apresentação de uma banda, como no Super Bowl.
O cenário está muito feliz, colorido e apresenta antiquados imagens de histórias em quadrinhos inspirados por J. Howard Miller.
Em um ponto, quando Madonna canta “What happens when you’re not in bed”, o backdrop tem imagens de desenhos animados de dois homens se beijando.
A grande surpresa, como dissemos em primeira mão, é o aparecimento Born This Way. É encerrado com Madonna cantando She’s Not Me.

Give Me All Your Luvin: O “Just Blaze Remix” está sendo usado, que agora inclui mais vocais de Madonna. Os dançarinos, que agora se tornaram bateristas, estão suspensos no ar.

Turn Up The Radio: Começa com uma versão editada como a de Music Inferno. A introdução inclui partes de “Holiday“, “Into the Groove“, “Lucky Star”, “4 Minutes” e muito mais …
Em seguida, vai para o “Leo Zero Remix“, e enfim, aversão do CD.
Madonna na guitarra.

Open Your Heart / Sagarra Jo: Madonna apresenta “Trio Kalakan“, como ela os chama, e explica como eles se conheceram durante uma viagem no País Basco e por que eles estão se juntando a ela em turnê.
A canção não é nada como a versão original e soa incrível. O backdrop apresenta imagens inspirado no País Basco.
Depois de Open Your Heart, todos eles cantam Sagarra Jo e soa magnífico.

Masterpiece: Madonna canta com o Trio Kalakan, é muito comovente.

Justify My Love [Interlude]: O vídeo de Justify My Love remete todos a: “Dita is back“! Madonna está sendo perseguido por malucos de carnaval que estão usando máscaras diferentes, mas vai esconder em uma sala para se divertir! Ele tem a mesma sensação que o comercial sexy de “Truth or Dare“.

O vídeo é uma metáfora para todo mundo tentando tirar vantagem de Madonna, julgá-la ou explorar sua vida privada. Em vez disso, Madonna escolhe se trancar num quarto para fugir de tudo e de entrar em suas próprias fantasias. Tudo isso em um cenário muito sexy!

Vogue: Madonna veste uma camisa branca, gravata preta, calça preta, luvas pretas longas, um espartilho e um sutiã de cone reinventado, todos concebidos pelo incrível Jean Paul Gaultier.

A mesma versão que o show intervalo do Super Bowl, mas desta vez a canção completa é executada e cantada ao vivo.
O cenário também é semelhante à versão do Super Bowl, incluindo a fonte da revista VOGUE, fotos das estrelas de Hollywood (Marlene Dietrich, Grace Kelly …)

Candy Shop / Erotica: Madonna tira o sutiã e o corsete que ela está usando em cima de sua camisa branca.
Uma coreografia muito sensual realizado em casais durante a qual Madonna dança com Brahim Zaibat.
Esta versão de Candy Shop inclui um pequeno mashup de Erotica.
Enquanto ela canta “Erotic… Erotic… Put your hands all over my body“, Brahim Zaibit está fazendo isso!

Human Nature: Madonna nos trás uma apresentação magnífica dessa música.
Perto da versão do álbum, Madonna vai para uma caixa cantar “I’m not sorry“, enquanto os dançarinos estão tocando-a e colocando suas mãos por todo o corpo de uma forma muito sensual.

Like a Virgin: A canção foi reformulada utilizando Abel Korzeniowski’s Evgeni’s Waltz.
Madonna em um sutiã, parece vulnerável, canta um dos seus maiores sucessos, lentamente, em um mashup com uma música da trilha sonora de W./E.. Alguns adoram, outros não.
No final, Madonna se senta ao lado de seu pianista e desaparece debaixo do palco.

Nobody Knows Me [Interlude]: O telão apresenta Madonna centro da cintura para cima. Seu cabelo é na altura dos ombros, cacheados e penteados para trás ligeiramente. Ela também usa longas luvas de couro pretas, um sutiã preto e couro tiras. Eles passaram por um suave maquiagem olhar para acentuar os efeitos especiais de todo o vídeo.

Durante o primeiro “Eu tive tantas vidas, desde que eu era uma criança“, pedaços de imagens mais antigas de Madonna são colados no vídeo real. A única maneira apropriada para descrevê-lo, é uma espécie de colagem. Como se alguém tivesse cortado diferentes imagens de revistas para recriar um novo.
O final da primeira parte “Quantas vezes eu morri” lida com a forma como a imprensa tenha tentado enterrar a carreira de Madonna.
Usando o mesmo “colagem” técnica, Madonna representa pessoas diferentes que têm desempenhado um papel importante, positivo ou negativo, na nossa história: Trayvon Martin, Marine Le Pen, Sarah Palin, o Papa, Hitler e muito mais.
O telão à esquerda e à direita vai retratar imagens e vídeos de todos os eventos Madonna está se referindo. No meio, imagens de adolescentes diferentes que suicidaram como um resultado de bullying são mostrados durante alguns segundos, juntamente com uma mensagem de RIP e seu nome. Um desses nomes é Brandon Bitner.
O último segmento do cenário apresenta imagens positivas de pessoas se beijando: corridas diferentes, casais heterossexuais e casais homossexuais, casais ainda mais velhos e pais com seus filhos.

I’m Addicted: Soa muito como a versão do álbum com alguns sons adicionados para dar-lhe um impacto melhor ao vivo.
Madonna usa um manto cintilante, com MDNA escrito no verso.Ela também dança com os pés descalços e a coreografia é meio futurista.

I’m A Sinner / Cyber-Raga: Madonna na guitarra ea música tem um 70 muito da vibe.
Os dançarinos usam roupas coloridas, enquanto Madonna coloca um colar de flores em seu conjunto brilhante.
Depois de I’m A Sinner, Madonna puxa seu violão nas costas e canta Cyber-Raga, juntamente com Kalakan.

Like a Prayer: Todos estão vestindo roupas pretas com grandes cruzes brancas. Madonna vai para o fim da passarela e então retorna ao palco principal.

Celebration: Madonna remove a parte inferior, e o manto brilhante para revelar calças pretas apertadas, mas mantém a parte superior que também é usado no vídeo de Girl Gone Wild.
Um clima muito enérgico e feliz, coreografia surpreendente com Madonna pulando de um bailarino para o outro no final da passarela.
Madonna brinca de DJ e ataca a pick up! O cenário apresenta grande quantidade de cubos coloridos e todos desaparecem em um cubo gigante.

Tags: , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor

Criadora do Espalha Fato. Viciada em séries como The Good Wife e Will and Grace, além de milhares atuais. Fã dos anos 80, suas músicas e clássicos do cinema. Fotografa, blogueira e desenhista por paixão. Web Design por formação.



3 Responses to MDNA | Madonna dançando e cantando Lady Gaga e os vídeos e babados dos ensaios!

  1. Pingback: Más sobre el Grupo Kalakan en la Gira Mundial de Madonna: abrirán el concierto cantando a capella

  2. AboutBC says:

    El grupo que acompaña a Madonna en su gira, abirendo el concierto, o participando en una versióne xtraordinaria del Ope Your Heart. Es el grupo vasco Kalakan. La historia de cómo se conocieron es preciosa.
    Podéis leerlo aquí, donde referenciamos esta noticia de “jornalespalhafato”

    http://blog.aboutbc.info/2012/05/31/mas-sobre-el-grupo-kalakan-en-la-gira-mundial-de-madonna-abriran-el-concierto-cantando-a-capella/

  3. Pingback: MDNA Tour | Saiba tudo que rolou no primeiro show da nova turnê da Madonna | Jornal Espalha Fato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑