Alonso previu:

Fernando Alonso Ele não teve um início de temporada tão forte como no ano passado. O asturiano conseguiu um box na primeira corrida de 2023. Este ano, Aston Martin Não bateu na tecla da mesma forma que o pretérito. Então o ’14’, que começou no sexto lugar do grid de largada, teve que se contentar com o nona posiçãoà frente de seu parceiro Lance Passeio.

Análise de Marco Canseco: “Sainz devastou Leclerc.”

“Terminamos em nono e décimo. Acho que terminei 18 segundos atrás dos McLarens e os Saubers com Guanyu Zhou estavam 28 segundos atrás, então estávamos no meio de um minuto de corrida em que não havia ninguém. Tentamos uma estratégia um pouco diferente, parando muito mais tarde do que todos os outros, para o caso de haver uma bandeira vermelha, um carro de segurança ou algo que possa nos beneficiar. Também não aconteceu nada durante toda a corrida, então nos contentamos com este nono“, sublinhou o bicampeão mundial de F1 em declarações à DAZN.

“Foi uma corrida em que quando você vê que não pode vencer os que estão na frente, você tem que aceitar isso. Estamos perdendo aqueles três ou quatro décimos de ritmo. Então você tenta, se a concorrência atrás de você permitir, hadotar uma estratégia ligeiramente diferente, não ideal, mas diferente, parando tarde demais Vamos ver se existe um carro de segurançamas no final isso não aconteceu”, continuou o oviedo.

Hora de melhorar

Hoje confirma que temos quatro equipes um pouco à nossa frente, como estavam em Abu Dhabi. Começamos o ano um pouco como terminamos, atrás de McLaren, Ferrari, Mercedes e Red Bull. Então é hora de melhorar. Acho que o retorno de ontem foi um pouco excepcional. e nos colocou em uma situação em que Não era real estar tão alto. E de certa forma hoje vimos a realidade“.

E ele insistiu: “Foi uma corrida difícil, a simulação já nos dizia esta manhã que éramos a quinta força, depois dos quatro primeirosentão, em condições normais, lutaríamos por um nono e um décimo e foi cumprido“.

Eles têm um plano diferente

Fernando também comentou à imprensa: “Acredito que temos um bom plano, um plano de trabalho que é muito nosso, muito nosso. No final do ano faremos as contas. Agora começamos mais ou menos onde estávamos em Abu Dhabi, como quinto colocado no campeonato, e ontem conseguimos entrar na frente. Hoje voltamos mais ou menos àquela estabilidade da quinta força. Durante a temporada haverá circuitos que serão melhores para nós e outros que serão piores para nós. “Teremos que descobrir quantas evoluções conseguiremos trazer, corridas onde chove, corridas onde há um safety car, corridas onde muitas coisas podem acontecer”.

Pedido inicial semelhante

E continuou: “Acho que as forças neste momento são semelhantes às do ano passado, exceto por nós que terminamos o ano um pouco pior do que começamos. A Ferrari já começou muito forte aqui. E eles estão mais ou menos lá . Red Bull em primeiro, Ferrari em segundo, igual ao ano passado. E vimos como as coisas mudaram durante o campeonato. A Mercedes subiu e a McLaren acima de tudo, que foi a segunda força em várias corridas. Vamos ver se conseguimos ser uma dessas mudanças e dessas surpresas.“.

Por outro lado, Fernando já está olhando para Jidá. “Na próxima semana correremos num circuito diferente, com condições também diferentes. Vamos ver o que acontece“Acho que vai ser interessante”, concluiu para encerrar seu discurso.



Fuente