Boletim Informativo do Daily Beast Confider

Ben Sherwood e Joanna Coles assumiram uma participação minoritária no The Daily Beast, com Sherwood atuando como CEO e Coles atuando como diretor de conteúdo e diretor criativo com efeito imediato.

Sherwood, ex-presidente do Disney ABC Television Group, e Coles, ex-diretor de conteúdo da Hearst Magazines, receberam uma participação acionária de cerca de metade da publicação, com a IAC mantendo a participação majoritária, de acordo com o New York Times.

A IAC não forneceu detalhes sobre os termos financeiros do acordo.

Desde a sua criação em 2013, o The Daily Beast ainda não conseguiu lucrar. Na época, o site foi reportado ter perdido uma média de 12 milhões de dólares por ano, algo que fontes bem informadas disseram que não mudou nas mais de uma década que se seguiu.

No sábado Puck News relatado que Sherwood, ex-presidente da ABC e Disney, e Coles, ex-diretor de conteúdo da Hearst Magazines, estão arrecadando dinheiro para adquirir o veículo. Os editores anteriores do canal, John Avlon e Noah Schactman, partiram para a CNN e a Rolling Stone, e Tracy Connor assumiu o papel de editora-chefe em 2018.

Na história do NYT de segunda-feira, Sherwood disse que o plano para revitalizar os negócios do The Daily Beast se basearia em outras publicações que “alcançaram lucratividade por meio de uma combinação de assinaturas, publicidade e eventos”.

De acordo com o Times, Barry Diller, presidente e executivo sênior da IAC, entrou em contato com Sherwood e Coles no início deste ano para compartilhar uma compreensão de como poderia ser o futuro da publicação. Pouco depois, Sherwood e Coles apresentaram uma parceria a Diller.

“Estes são tempos difíceis para o jornalismo digital, mas a experiência, conhecimento e energia combinados de Ben e Joanna me tornaram otimista sobre sua capacidade de fazer da The Beast uma empresa duradoura e bem-sucedida”, disse Diller em comunicado.

Os dois acrescentaram que não há melhor momento para voltar à indústria da mídia com o processo contra o ex-presidente, a turbulência no exterior e as eleições de 2024.

“O momento certo é tudo, e a atual tempestade mediática parece ser o momento ideal para regressar ao jornalismo”, disse Sherwood. “Sim, tudo parece de cabeça para baixo agora com modelos de negócios falidos e tecnologia transformadora. Com tantas perturbações – ou talvez por causa delas – acreditamos que esta é a oportunidade empresarial ideal para cumprir a promessa insurgente da Besta. Estamos entusiasmados em trabalhar com a equipe dinâmica da The Beast, cultivar e recrutar grandes talentos e ajudar a liberar seu potencial populista.”

O CEO mais recente do Daily Beast Heather Dietrick deixou a organização no final de 2023.

Fuente