WhatsApp e Instagram do GWG

O Comando da Polícia do Estado de Edo confirmou o sequestro de vários trabalhadores da Dangote Cement Company em Okpella, na área do governo local de Etsako East, no estado.

O porta-voz do Comando da Polícia de Edo, Chidi Nwabuzor, que confirmou o incidente num comunicado obtido pelo GWG.ng, disse, no entanto, que soldados, caçadores entre outros foram chamados para ajudar a resgatar os trabalhadores.

GWG.ng relata que os trabalhadores foram sequestrados na noite de segunda-feira na área do governo local de Etsako East, no estado, enquanto viajavam dentro do ônibus da empresa e marcharam para o mato.

Segundo o porta-voz da polícia, o Policial Divisional da Divisão Okpella, ao receber informações sobre o incidente, mobilizou uma equipa de agentes para um exercício de busca no mato.

A declaração sobre o sequestro dos trabalhadores de Dangote dizia o seguinte:

Em 13 de maio de 2024, por volta das 22h, o Oficial de Polícia Divisional da Divisão Okpella, Estado de Edo, recebeu um pedido de socorro do chefe de segurança da Fábrica de Cimento Dangote Okpella, Estado de Edo, que por volta das 18h, um ônibus transportando trabalhadores da Cimento Dangote da fábrica se mudando para Okpella A cidade foi atacada por bandidos suspeitos de serem sequestradores e levou alguns passageiros para o mato.

“Imediatamente, o Oficial da Polícia Divisional mobilizou os seus Agentes, o grupo de Vigilantes e os Caçadores para a floresta para uma vigorosa operação de varredura no mato para resgatar as vítimas ilesas e prender os sequestradores.

“No processo, um Omoba “M” cujos outros nomes são desconhecidos foi resgatado e, num relance, descobriu-se que ele estava com alguns ferimentos de bala nas costas, baleado pelos bandidos. Ele foi imediatamente levado às pressas para o Hospital Halimatu Musa para atendimento médico.

“Enquanto isso, uma outra vítima que foi baleada anteriormente no local do ataque e outra vítima, Victor Okon, foram levadas às pressas para o mesmo hospital para tratamento.

“O Comissário do Comando Estadual da Polícia Edo, CP Funsho Adegboye, mni deu uma ordem de marcha ao Oficial de Polícia Divisional da Divisão Okpella, ao grupo Vigilantes e aos Caçadores para intensificar o exercício de pentear o mato para garantir um resgate rápido das vítimas restantes e para efetuar a prisão dos sequestradores.

“O CP deu esta directiva durante a sua visita à Fábrica de Cimento Dangote Okpella e ao Hospital Halimatu Musa, onde se encontrou com as vítimas feridas do rapto.”

Enviar Nós Um comunicado de imprensa Anuncie conosco Contato




E para mais notícias da Nigéria, visite TheTimes

Fuente