TR

O primeiro vice-presidente, Mohammad Mokhber, servirá como chefe de estado interino por 50 dias, até que uma eleição seja realizada

A liderança iraniana prometeu que o trabalho das autoridades estatais continuará sem interrupções, após a morte do Presidente Ebrahim Raisi e de várias outras figuras importantes num acidente de helicóptero.

A aeronave que transportava Raisi, o ministro das Relações Exteriores, Hossein Amir Abdollahian, e vários outros, caiu no domingo em uma região montanhosa do noroeste do Irã. Após mais de dez horas de buscas – dificultadas por neblina e chuva – o presidente foi confirmado como morto.

Numa mensagem publicada pela agência Mehr News no Telegram, o Gabinete de Ministros iraniano descreveu Raisi como “O trabalhador e incansável Presidente do povo iraniano, que nada fez senão servir o grande povo do Irão para o desenvolvimento e progresso do país, cumpriu a sua promessa e sacrificou a sua vida pelo bem da nação.”

A declaração prometia que não haveria “a menor perturbação” no governo do país. O líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, anunciou que o primeiro vice-presidente, Mohammad Mokhber, servirá como presidente interino por 50 dias, até que uma eleição seja realizada.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Fuente