Denunciam o promotor de Taylor Swift menos de uma semana antes dos seus concertos no Santiago Bernabéu

EEsta semana soube-se que a associação de consumidores FACUA ha relatado a Última turnêo promotor do show do cantor Taylor Swift. O motivo é uma das condições dos concertos que se realizarão nos dias 29 e 30 de maio.

A questão que motivou esta reclamação é a proibição de acesso ao concerto com comida e bebida adquirido fora das instalações do Santiago Bernabéu. Conforme noticiado no site da promotora da cantora, “não será permitido o acesso ao local com alimentos e/ou bebidas provenientes do exterior”, regra que desde FACUA vi algo muito abusivo.

Plano de fundo semelhante

FACUA apresentou uma reclamação junto ao Área de entretenimento públicosimAtividades Recreativas da Comunidade de Madrid e a Serviço ao Consumidor da Câmara Municipal de Madrid. No comunicado enviado manifestam o desejo de que o promotor cancele esta cláusula.

Da associação de consumidores afirmam que a lei considera um medida exagerada porque “todas as estipulações não negociadas individualmente e todas as práticas não consentidas expressamente que, contrariamente aos requisitos da boa-fé, provocam, em detrimento do consumidor e do utilizador, um desequilíbrio significativo nos direitos e obrigações das partes envolvidas. ” derivado do contrato”.

A associação espera que as autoridades cancelar esta cláusula. A organização recorda que em 2019, os España Multiplexes de Zafra (Extremadura) foram sancionados por prática semelhante. Esta reclamação visa proteger os direitos daqueles que assistem aos concertos Taylor Swift nos dias 29 e 30 de maio.

Tudo pronto na capital

Além desta notícia, Madri prepara-se para a chegada massiva de milhares de pessoas, com e sem bilhetes, para os dias dos concertos de Taylor Swift. Este influxo irá gerar um impacto econômico significativo para hotéis, bares e restaurantes da capital espanhola.



Fuente