Diretor Esportivo do Barcelona vai olhar para a nona posição, apesar da contratação de Vitor Roque

As prioridades do Barcelona no mercado de transferências parecem claras até agora, com base em algumas lacunas óbvias no seu plantel. Ainda Diretor Desportivo Déco pode surpreender alguns com suas últimas missões de reconhecimento.

Com apenas João Cancelo como lateral-direito, apenas Oriol Romeu como pivô e João Félix como único atacante natural vindo da esquerda – dois dos quais emprestados – não é surpresa que os Blaugrana olhem para essas posições. Emprestado ao Las Palmas, Julian Araujo provavelmente terá uma chance como lateral-direito na próxima temporada, de qualquer forma.

O meio-campista é a prioridade para janeiro, tendo contratado Vitor Roque, conforme declarado pelo presidente Joan Laporta e pelo técnico Xavi Hernandez. Se conseguirão contratar alguém dependerá da sua capacidade de encontrar um novo investidor para a sua alavanca económica não remunerada. Alívio dizem que o prejuízo de longo prazo para Gavi, os problemas consistentes para Pedri e a inconsistência de Romeu fazem disso a principal prioridade.

Mas o mesmo relatório avança que a Deco está a vasculhar o mercado em busca de um novo avançado, apesar da chegada de Roque. Embora publicamente o Barcelona diga que está apoiando Robert Lewandowski, à medida que a temporada da La Liga continua, fa fé no atacante polonês está diminuindo. Na próxima temporada ele fará 36 anos e, dados os seus rendimentos, em comparação com as suas contribuições, atualmente os dois não se somam. Deco quer saber quais opções estão abertas para eles caso tentem deixar Lewandowski.

Xavi disse à imprensa que não querem pressionar Roque e parece que Deco vai manter isso. Dada a situação financeira do clube, caso transferissem Lewandowski, a tentação seria confiar apenas em Roque. Fazer isso seria um tanto injusto para um jovem de 18 anos que acabou de chegar do Brasil. A situação normal seria que fosse cedo para Roque assumir essa responsabilidade.

Fuente