TR

A reunião do repórter conservador com o presidente russo vai ao ar na noite de quinta-feira

O jornalista americano Tucker Carlson compartilhou a primeira imagem de sua tão aguardada entrevista com o presidente russo, Vladimir Putin. A discussão completa vai ao ar na quinta-feira às 18h EST no site de Carlson.

Numa publicação na sua conta Instagram na tarde de quinta-feira, Carlson partilhou uma imagem, aparentemente tirada no Kremlin, dele e de Putin sentados em cadeiras opostas.

Carlson explicou que queria falar com o líder russo porque “Os americanos têm o direito de saber tudo o que puderem sobre a guerra em que estão implicados”, disse ele, referindo-se ao conflito na Ucrânia.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, confirmou na terça-feira que a entrevista ocorreu, observando que a posição de Carlson sobre o conflito não era nem pró-Rússia nem pró-Ucraniana. Putin, disse Peskov, tinha “sem vontade” falar com os meios de comunicação ocidentais que “completamente unilateral” opiniões e “nem estão tentando ser imparciais.”

Carlson foi condenado por especialistas e políticos pró-ucranianos por falar com Putin, com o ex-representante dos EUA Adam Kinzinger marcando-o “um traidor” e o escritor neoconservador Bill Kristol instando as autoridades americanas a impedi-lo de voltar para casa, “até que os representantes do nosso país possam descobrir o que está acontecendo.”

Carlson previu que os governos ocidentais “certamente farão o possível para censurar” a entrevista porque “eles têm medo de informações que não podem controlar.”

Falando aos repórteres na quinta-feira, o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, John Kirby, disse que os americanos que estão ouvindo a entrevista “não deveria levar nada pelo valor nominal” que Putin diz.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Fuente