As consequências da ausência de Messi: devolverão 50% do valor do ingresso e cancelarão amistoso com a Argentina

eua ausência de Messi na partida que o Inter Miami disputou Hong Kong causou uma reação na forma de reclamações dos fãs que compraram o ingresso e ficaram com vontade de ver o craque argentino em ação. Eles assistiram ao jogo 38.000 espectadores.

Tanto que, segundo Tempos Financeiros, Tatler Ásiaa empresa que organizou o encontro, anunciou que reembolsar parcialmente o dinheiro dos ingressos aos fãs. Alguns retornos de 50% do valor que subiria para o 7 milhões de dólares.

Messi pediu desculpas aos torcedores chineses na rede social Weibo, semelhante a “uma verdadeira vergonha” não poder jogar em Hong Kong devido a lesão.

Por sua vez, o ‘Babá’ Martinotécnico do Inter Miami, garantiu que Messi não disputou o amistoso do último domingo em Hong Kong porque teria implicado “um risco enorme” devido às suas doenças, e acrescentou que sua melhora lhe permitiu jogar a última etapa de mais uma partida amistosa nesta quarta-feira, em Tóquio, contra o Viseel Kobe.

Compreendemos a sua decepção porque não pôde jogar aquela partida, mas foi um grande risco para ele jogar

‘Babá’ Martino

“Também Compreendemos sua decepção porque você não pôde jogar aquela partidamas era um risco enorme para ele jogar, mesmo que fosse apenas por alguns minutos, e apesar de o desejo de toda a comissão técnica ser que ele participasse do jogo”, disse o treinador.

Amistoso da Argentina cancelado

Por outro lado, o Escritório de Esportes da cidade de Hangzhou, leste da China anunciou nesta sexta-feira o cancelamento de um amistoso que a seleção argentina teve que enfrentar jogar em marçoem meio à polêmica pela ausência de Leo Messi no jogo amistoso em Hong Kong.

O escritório afirmou que “não estão reunidas as condições” para a realização do evento, relata o jornal local Global Times. O Associação Argentina de Futebol havia confirmado oficialmente que a seleção argentina jogaria dois amistosos na China em março de 2024. A equipe de Lionel Scaloni deve enfrentar Nigéria em Hangzhou, a entidade indicada no seu site. O segundo compromisso anunciado foi antes Costa do Marfim em Pequim, para o qual ainda não há cancelamento oficial.



Fuente