Os cinco desastres defensivos que afundam o Barça

EBara tem sangrando nesta temporada pela parte traseira. Seu trabalho nesta faceta foi espetacular no ano passado. Ele sofreu apenas 20 gols em 38 jogos disputados e o mais normal foi não sofrer golos, recorde que Ter Stegen quebrou. Não tem nada a ver com o que está sendo visto hoje. Nos 24 dias que foram jogados eles receberam 33 pontos.

Não importa se o goleiro foi Ter Stegen ou Ervilha Iaki, o problema é estrutural com algumas lacunas defensivas que começam na zona avançada onde não houve pressão como na temporada anterior. Além disso, Em muitos jogos foram dados gols, muitos deles nos primeiros minutos de jogo. “São erros que não podemos permitir e que nos prejudicam. Não podemos desperdiçar golos”, disse Xavi no final do jogo contra o Granada.

Foram cinco jogos que foram decisivos para o colapso de uma equipa que sabe perfeitamente que Ao defender assim é impossível para eles ganharem a Liga. E o mais curioso disso tudo é que quatro aconteceram no próprio estádio. Essas reuniões foram antes do Real Madrid, Girona, Villarreal e Granada. A estes devemos somar o primeiro contra esta última equipa disputada em terras andaluzas.

Granada-Barcelona (2-2): golo logo ao primeiro minuto.

Um dos problemas que a equipa tem tido ao longo desta temporada tem sido os golos que tem sofrido nos primeiros segundos de jogo. Isso já aconteceu com ele três vezes. E um deles onde perdeu alguns pontos foi em Granada. TodosBryan Zaragoza aproveitou um erro da Gavi marcar o primeiro gol do jogo quando menos de um minuto se passou. O mesmo jogador fez 2 a 0, mas Bará reagiu e empatou em dois.

Barcelona-Real Madrid (1-2): espetáculo de Bellingham

Foi o primeiro grande negócio. Até aquele dia as coisas iam muito bem no Can Bara com sete jogos vencidos e três empates nos dez jogos disputados. O jogo até correu muito bem com uma vitória por 1-0 após golo de Gndogan. A primeira hora da equipe de Xavi foi muito boa, mas foi o máximo que conseguiram eOs Madridistas viraram o marcador com dois golos de Bellingham, o segundo mal defendido.

Bellingham comemora gol em Montju

Bellingham comemora um gol em Montjuc.FRANCISCO ADEANTADO

Barcelona-Girona (2-4): um golpe muito duro

Ninguém esperava tal resultado com o Girona, time de moda desta temporada. Xavi sempre afirmou que eles jogaram muito bem naquele dia e Eles não mereciam esse resultado.. Porém, sofrer quatro gols contra a equipe de Mchel e no seu próprio estádio não fazia parte dos planos. Foi um aviso sério que o time teria muitos problemas para manter o título da liga.

Barcelona-Villarreal (3-5): a explosão

Foi uma partida fundamental. O Barcelona fez o mais difícil que foi superar o 0-2 com que o Villarreal assumiu a liderança no marcador. No entanto, ele não conseguiu manter o resultado em um prova clara de imaturidade como equipe. Foi um resultado duro e que causou forte indignação no público que assobiou para o time. A reação de Xavi à conclusão foi anunciar que deixaria o banco do Barça no dia 30 de junho.

Barcelona-Granada (3-3): a recaída

Outro tapa inesperado. E difícil. Porque a equipe parecia ter melhorado nos dois jogos anteriores, principalmente na questão defensiva. Porém, Bará voltou ao passado com uma defesa inadequada para um time que quer vencer o Campeonato. Sua negligência no primeiro gol em que De Jong e Gndogan Eles olharam para Ricard em vez de segui-lo, foi surpreendente. Como disse Xavi, não se pode dar golos. E estes golos dados representam uma despedida mais do que provável da Liga.



Fuente