Startup Sazalem busca tornar a música do Cazaquistão acessível a todos - Astana Times

ASTANA – A startup Sazalem, cujo nome significa “mundo da música” no Cazaquistão), tem a missão de construir uma plataforma online que reúna todos os géneros da música cazaque. Com um extenso banco de dados de mais de 20 mil composições, o aplicativo ultrapassou a marca de um milhão de downloads. O CEO da Sazalem, Numi Musalieva, compartilhou insights sobre sua visão em uma entrevista à agência de notícias Digital Business.

Crédito da foto: tribune.kz.

O Sazalem pertencia anteriormente a outra pessoa. Você poderia nos contar mais sobre o que mudou?

Gani Myrzamuratov iniciou o projeto Sazalem em 2013, observando o descontentamento enquanto os cazaques favoreciam os artistas estrangeiros em detrimento dos seus próprios. Ele criou a plataforma para mostrar a riqueza do conteúdo musical cazaque, coletando composições contemporâneas e folclore musical, incluindo kui (peças instrumentais tradicionais do Cazaquistão). Inicialmente um site, a plataforma ganhou tráfego substancial, atingindo até 1.000 visitantes por dia.

No entanto, o desenvolvimento cessou após acumular 10.000 músicas, provavelmente devido à popularidade imprevista e ao aumento das demandas técnicas.

No final de 2022, Serik Beketayev, que atualmente trabalha no Google, adquiriu o projeto, incluindo todos os direitos intelectuais e comerciais, e destinou US$ 150 mil para progresso rápido e manutenção da equipe.

Numi Musalieva, CEO do Sazalem. Crédito da foto: digitalbusiness.kz

Por que Beketayev assumiu este projeto?

Beketayev vê isso como um dever. Nascido e criado no Cazaquistão, ele aprendeu a tocar dombyra (um instrumento musical nacional do Cazaquistão) localmente. Com experiência de trabalho nos Estados Unidos, reconheceu uma excelente oportunidade de contribuir para o desenvolvimento e popularização da cultura cazaque. Observamos um número crescente de pessoas mudando para a sua língua nativa, levando ao surgimento de muitos artistas locais. Tendência semelhante ocorreu no Japão e na Coreia do Sul, que se tornaram progressistas e não perderam a sua identidade, pois valorizam a sua cultura e história.

Não tivemos que começar do zero: existe um site e existe uma vasta base de dados de criatividade musical. Só precisávamos criar versões para iOS e Android, reformular a marca e configurar processos que direcionassem os usuários exclusivamente para o aplicativo móvel.

Por que você prioriza aplicativos móveis?

Isto está alinhado com a estratégia seguida pelas plataformas musicais avançadas. Até mesmo o líder do setor, Spotify, enfatiza o uso de aplicativos móveis. Embora o site Sazalem ainda exista para pesquisas de música, clicar no botão ‘Ouvir’ solicita que os usuários usem o aplicativo móvel.

Como o Sazalem se diferencia de plataformas globais como Spotify e Yandex Music?

Nós simplesmente atendemos a diferentes públicos-alvo. Spotify e Yandex Music são grandes plataformas globais que dificilmente consideram as peculiaridades locais e não entendem a nossa mentalidade. Além disso, têm como alvo um público nas grandes cidades e promovem principalmente os seus produtos entre os moradores urbanos.

No nosso caso, 95% da audiência está em áreas rurais, em regiões onde muitas pessoas podem nem saber o que é o Spotify. Esse é o nosso público.

Oferecendo música gratuita com anúncios, a assinatura mensal de 500 tenge (US$ 1) do Sazalem é significativamente inferior ao mínimo de 1.500 tenge (US$ 3) em outras plataformas. Nossa equipe quer tornar a música cazaque acessível a pessoas em cidades de pequeno e médio porte e áreas rurais gratuitamente, de boa qualidade, com playlists personalizadas.

Há outro aspecto nesta questão – os artistas. Em outras plataformas, o sistema é configurado para que os artistas coletem informações sobre onde seu conteúdo é colocado e, em seguida, solicitem dados de audição para pagamentos de royalties. Procuramos capacitar os artistas, fornecendo um sistema transparente onde os músicos, depois de se registarem e passarem nas verificações de conformidade, possam aceder às estatísticas e receber royalties justos.

Como Sazalem aborda a questão das regiões com acesso limitado à Internet?

Embora reconheçamos os desafios da Internet nas zonas rurais, abordamos parcialmente esta questão, permitindo a audição de músicas offline. Você pode salvar as composições necessárias e ouvi-las em qualquer lugar. A plataforma conta atualmente com 70 mil usuários mensais, sendo 70% deles de diferentes regiões, transformando esses usuários em embaixadores de minimarcas para promover ainda mais o aplicativo. Ao falar sobre Sazalem, eles nos ajudam a divulgar o aplicativo.

O Sazalem é mais utilizado no sul e leste do Cazaquistão, que cobre cerca de 50% dos usuários, com a região de Almaty liderando a contagem de usuários.

Como a Sazalem gera receita e o que a diferencia?

Existem dois tipos principais de monetização – publicidade e assinaturas. As assinaturas são simples: precisamos provar nosso valor ao cliente para que ele queira pagar para usar a plataforma. O serviço custa cerca de 499 tenge (US$ 1). Dos 70 mil usuários ativos mensais, aproximadamente 8% já se inscreveram.

A publicidade no Sazalem pode assumir diversas formas, incluindo banners e publicidade em áudio.

A terceira via potencial para promoção e monetização são as colaborações com grandes empresas do Cazaquistão. Por exemplo, ganhámos os concursos Altel e Tele2 e tornámo-nos seus parceiros.

Sazalem não é uma história sobre monetização e como ganhar dinheiro. É claro que precisamos de finanças para pagar os salários e continuar o seu desenvolvimento. Mas o nosso principal objetivo é tornar-nos a herança cultural digital do Cazaquistão e fazer com que os cazaques amem genuinamente a criatividade nacional.

Quantas pessoas estão na equipe do projeto?

Uma equipe de 14 pessoas está estruturada em equipes técnicas e criativas. O primeiro grupo compreende desenvolvedores e indivíduos responsáveis ​​pela funcionalidade do produto. O outro é formado por gestores de conteúdo, que realizam buscas por composições raras tanto offline quanto online, além de especialistas em social media marketing (SMM).

Você poderia nos contar sobre o componente de TI do projeto?

Nossa base é um aplicativo móvel para iOS e Android, que desenvolvemos ao longo de quatro meses.

Também usamos aprendizado de máquina para personalizar playlists de músicas. Testamos o algoritmo para garantir que ele ofereça músicas e músicas comparáveis, com probabilidade de não inferioridade a outras plataformas musicais líderes globais. Outro aspecto interessante é a nossa tecnologia de testes que nos permitirá melhorar a qualidade das gravações de música vintage. Em nosso banco de dados, inúmeras obras notáveis ​​apresentam qualidade de som abaixo da média.

O que podemos esperar de Sazalem nos próximos seis meses?

Nosso principal objetivo é alcançar condições econômicas estáveis ​​para expandir nosso acervo musical e lançar grandes projetos especiais.

Esses projetos incluem uma biblioteca digital de todos os kuis cazaques, com o objetivo de capturar as diversas versões regionais, e o lançamento de podcasts em língua cazaque sobre a cultura do Cazaquistão. Coletivamente, estas iniciativas visam enriquecer o conteúdo da Sazalem e aumentar o seu valor global.

O artigo foi originalmente Publicados em Digitalbusiness.kz



Fuente