A 98ª edição da Corrida São Silvestre, realizada na manhã deste domingo, terminou com uma dobradinha soberana do Quênia. O vencedor da prova masculina foi Timothy Kiplagat, de 30 anos, que completou o percurso em 44min52s e faturou a corrida de maneira inédita. Emmanuel Bor e Reuben Longosiwa, também do Quênia, ficaram com a segunda e terceira posição, respectivamente.
 Legenda: O corredor queniano Timothy Kiplagat cruza a linha de chegada para vencer a 98ª corrida internacional de 15 km de São Silvestre em São Paulo Foto: MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
melhor brasileiro na prova masculina foi Jonathas de Oliveira, que terminou na sexta posição. O competidor tinha o sonho de ser jogador de futebol, mas encontrou na corrida uma outra paixão. “Não deu para realizar o sonho de ser jogador, mas a gente dá para o gasto como atleta”, brincou, em entrevista à Globo, após cruzar a linha de chegada.

O primeiro lugar da prova feminina ficou com Catherine Reline, de 21 anos, que conquistou o bicampeonato da principal corrida de rua da América Latina ao completar a percurso em 49min54s. A compatriota Sheila Chelangat (51min35s) e a etíope Wude Ayalew (51min46s) completaram o pódio.

Legenda: A corredora queniana Catherine Reline cruza a linha de chegada para vencer a 98ª corrida internacional de 15 km de São Silvestre em São Paulo Foto: MIGUEL SCHINCARIOL / AFP

Reline era a grande favorita a vencer a São Silvestre e realizou o trajeto de maneira soberana, mas não conseguiu bater o recorde da prova, estabelecido por ela mesmo no ano passado, com 49min39s.

Cena Curiosa

Uma cena curiosa chamou atenção: a queniana foi surpreendida por um cachorro enquanto percorria um dos trechos no centro histórico de São Paulo. Apesar da distração, ela continuou a corrida sem maiores problemas.

Clima ameno

Apesar da chegada do verão e da onda de calor que afetou o País recentemente, a prova deste ano foi realizada com clima ameno, com temperatura de 21 graus. O clima ensolarado foi propício para a festa dos corredores anônimos, que compareceram à corrida com as tradicionais faixas e fantasias – Chapolim Colorado, Homem-Aranha e Hulk eram alguns dos personagens presentes.

Participantes

Com cerca de 35 mil participantes, entre amadores e profissionais em 2023, a prova segue uma tendência mundial das grandes provas da modalidade, no período da manhã, desde 2012. A maioria dos corredores foi do gênero masculino. Ao todo, foram 21.553 homens e 12.811 mulheres.